Por Que Outros Perdem Sua Confiança em Deus

 Se há um Ser em quem todos nós devemos confiar, não é outro senão Deus - não o nosso próximo.

Jeremias 17:5,7 diz:

5 Assim diz o Senhor: Maldito o varão que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor! 

7 Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor.


A Bíblia diz: bem-aventurado o homem cuja confiança e esperança estão no Senhor, e maldito seja o homem cuja confiança é entregue a outro homem. Muito claramente, é mais prudente confiar plenamente no Deus Todo-Poderoso do que no homem. Por um lado, você nem sempre pode contar com um outro ser humano - mesmo que essa pessoa seja muito próxima de você ou que seja seu melhor amigo - porque, assim como você, seu próximo também tem certas fragilidades e vulnerabilidades.

Às vezes, as mesmas pessoas que você valoriza e considera como amigos de confiança também são aquelas que o trairão. Na verdade, o Senhor Jesus Cristo experimentou traição de alguém a quem considerava um amigo - Judas Iscariotes.

Como está escrito em Salmos 41:9,

Até o meu próprio amigo íntimo em quem eu tanto confiava, e que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.

O Senhor Jesus Cristo era um amigo amoroso e altruísta, de tal forma que deu a Judas Iscariotes o pedaço de pão que era Dele mesmo. Apesar disso, Judas ainda traiu o Senhor.

Isso realmente acontece porque sempre existe a possibilidade de que a pessoa em quem você confiou se voltará contra você. Mas isso não vai acontecer com Deus - Ele nunca vai trair aqueles que colocam sua confiança Nele. É por isso que a Bíblia chama aqueles que confiam em Deus de “bem-aventurados” porque Ele é confiável.

Podemos dizer que as pessoas que não confiam em Deus não O conhecem realmente - não conhecem os Seus caminhos; eles não conhecem Sua vontade; eles não sabem o que Ele quer que façam. Se o fizerem, certamente confiarão Nele e em Suas palavras e continuarão a se apegar a Seus pronunciamentos e promessas - pois Deus é fiel a Suas palavras e cumpre todas as Suas promessas.

Uma das admoestações que traz consigo uma promessa muito reconfortante de Deus está escrita em Hebreus 13:5, que diz:

Seja a vossa vida isenta de ganância, contentando-vos com o que tendes; porque ele mesmo disse: Não te deixarei, nem te desampararei.

Em vez de reclamar e cobiçar o que os outros têm, Deus quer que estejamos contentes com o que temos. E quando obedecermos ao que Deus deseja que façamos, experimentaremos o cumprimento de Sua promessa: “Nunca te deixarei, nem te desampararei”.

Quando Deus nos disse para não sermos gananciosos e nos contentarmos com o que temos, Ele estava, na verdade, nos ensinando a não roubar e não trapacear, mas, em vez disso, trabalhar para ganhar dinheiro honesto. Isso é exatamente o que pratico na minha vida.

Mesmo antes de começar no ministério, já estava trabalhando para ganhar para minhas necessidades pessoais e para as necessidades de meus entes queridos. Até agora que já estou liderando uma organização religiosa internacional, ainda estou trabalhando duro para ganhar de maneira honesta e decente. Ao contrário de outros pregadores, nunca faço da palavra de Deus uma mercadoria e nunca faço da religião um tipo de negócio. Não cobiço as riquezas de outras pessoas e não uso engano no que faço. Em outras palavras, vivo minha vida de acordo com a vontade de Deus.

Já estou com 74 anos, mas não me lembro de nenhum caso em minha vida em que tenha passado fome ou necessidade - prova de que Deus realmente não abandona nem desampara aqueles que seguem Seus ensinamentos.

O ponto que estou tentando abordar é este: é nossa obediência a Deus que nos dá a chance de experimentar em nossas vidas isto - que Ele não nos deixará nem nos abandonará. E à medida que você experimenta isso, mais você terá confiança em Deus.

1 João 5:14 diz:

E esta é a confiança que temos nele, que se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve.

Estamos confiantes de que Deus nos ouvirá se Lhe pedirmos coisas que estão de acordo com Sua vontade. E Ele nos ouvirá se estivermos cumprindo Seus mandamentos, Seus conselhos e Seus ensinamentos. Portanto, se você ouvir as pessoas dizerem que perderam a confiança em Deus porque Ele não ouve suas orações, isso significa apenas uma coisa: elas são desobedientes a Deus.

Lembre-se sempre, Deus não abandona aqueles que são obedientes a Ele e não permitirá que percam a confiança Nele.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

O Que Não Amar no Mundo Para Ganhar o Amor de Deus

1 João 2:15 dá uma admoestação específica aos cristãos, que muitas vezes é mal interpretada por aqueles que interpretam o versículo literalmente. Diz,

Não ameis o mundo nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

Eles perguntam: "Como eles poderiam não amar o mundo se eles estão no mundo e todas as pessoas que lhes são queridas também estão no mundo?"

Aparentemente, não é a isso que o versículo se refere. Na verdade, temos que amar nossos pais e os outros membros de nossa família, nossos amigos, nossos semelhantes e até mesmo nossos inimigos. Mas existem coisas específicas no mundo que estamos proibidos de amar, e amá-las significaria que o amor do Pai não está em nós. Quais são elas?

1 João 2:16 diz:

Pois tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo.

João apontou três coisas no mundo que não devemos amar porque não vêm do Pai. Elas são a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida.

Em outras palavras, não devemos sucumbir à concupiscência da carne e à concupiscência dos olhos, como assistir a vídeos pornográficos, ler materiais pornográficos, espiar por buracos e fendas do quarto e banheiro de outra pessoa, entregar-se à sensualidade e à lascívia e fazer avanços sexuais em alguém que não é nosso cônjuge. Estas estão entre as coisas do mundo que não devemos amar, pois não são do Pai.

Assim como a concupiscência da carne e a concupiscência dos olhos, a soberba da vida também não vieram do Pai e, portanto, também não devemos amá-las. No entanto, hoje, vemos muitas pessoas que se orgulham de suas vidas, de seu status na sociedade, de suas riquezas e poder, e de suas conexões com pessoas influentes.

Eles não falam de nada além de presunção e vanglória. Eles se consideram os melhores e os mais superiores, por isso não aceitam mais sugestões e instruções dos outros - por melhores que sejam as sugestões, principalmente se vierem de seus rivais.

Isso é muito comum entre políticos e funcionários do governo. Em vez de apoiar e cooperar uns com os outros, muitas vezes os vemos brigando, se não contestando e questionando certos projetos e decisões, não por seus deméritos, mas simplesmente porque vêm de alguém que pertence a um partido político rival. Não é de se admirar por que há inquietação e divisão em muitas nações hoje em dia.

Se eles não vieram do Pai, de quem vieram essas coisas no mundo?

Tiago 3:16, 15 diz:

16 Pois onde há inveja e contenda, aí há confusão e toda má obra. 

15 Essa sabedoria não vem do alto, mas é terrena, sensual e diabólica.

Elas vieram do diabo. Na verdade, podemos fazer uma ampla generalização de que todas as coisas tolas na terra - como a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, as drogas, a pornografia, a prostituição, a ganância de poder - todas vêm do diabo. É por isso que os cristãos estão proibidos de amá-las.

Mas nunca estamos proibidos de amar nossos pais, irmãos, filhos, amigos e semelhantes, até mesmo nossos inimigos. Na verdade, os cristãos devem amá-los. Mas é claro, acima de tudo, devemos amar a Deus.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

A Razão Triste e Lamentável Pela Qual Alguns Acreditam que Cristo não é Deus

Existe alguma verdade na afirmação da Iglesia ni Cristo de Manalo (INCM) de que o Senhor Jesus Cristo não é mais do que apenas um ser humano? Primeiro, vamos considerar o que o apóstolo João disse sobre ele.

1 João 5:20-21 diz:

20 Sabemos também que já veio o Filho de Deus, e nos deu entendimento para conhecermos aquele que é verdadeiro; e nós estamos naquele que é verdadeiro, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. 
21 Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.

Este versículo em particular é um dos muitos versículos sendo confundidos pelos ministros da INCM para fazer sua afirmação parecer válida: que o Senhor Jesus Cristo não é um Deus, mas apenas um homem. Eles estão tentando fazer parecer que o verdadeiro Deus mencionado no versículo 20 é o Pai.

Porém, se formos analisar mais profundamente, o verdadeiro Deus e a vida eterna a que se refere é alguém que veio aqui na terra, alguém que deu a eles - os apóstolos - entendimento. Isso não se aplica ao Pai porque Ele não veio aqui fisicamente. Sem dúvida, se refere a Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo. Ele é “o verdadeiro Deus e a vida eterna”.

Por que dar a admoestação “guardai-vos dos ídolos” no versículo 21? É porque aqui na terra existem muitos ídolos ou falsos deuses. Mas Aquele que veio aqui, Aquele que lhes deu entendimento, de acordo com os apóstolos, é o verdadeiro Deus e a vida eterna. E esse foi o Senhor Jesus Cristo. Observe que “Deus verdadeiro” foi introduzido pelo artigo definido “o” - “o Deus verdadeiro e a vida eterna” - denotando especificidade.

Para provar ainda que a “vida eterna” era o Senhor Jesus Cristo, 1 João 1:1-2 diz: 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós a temos visto, e dela testificamos, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e a nós foi manifestada);

A “vida eterna” estava com o Pai, e foi manifestada aos apóstolos porque veio aqui. Muito claramente, se refere ao Senhor Jesus Cristo. Esta é uma verdade bíblica que os ministros da INCM não podem apagar nem remover da Bíblia.

Agora, quando Cristo veio aqui na terra, isto é o que o Pai disse a Ele:

Hebreus 1:8 diz:

Mas do Filho diz: O teu trono, ó Deus, subsiste pelos séculos dos séculos, e cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.


Novamente, este versículo também está sendo distorcido pelos ministros da INCM. Em sua intenção de reduzir o Senhor Jesus Cristo à condição de um ser humano comum, eles mudaram “Teu trono, ó Deus”, para “Teu trono, é Deus”, resultando em uma ideia que é muito degradante para Deus. Eles levaram Deus a um status muito, muito mais baixo; eles fizeram Dele um trono sobre o qual se pode sentar. Não é absurdo?

No versículo citado anteriormente, o Pai era quem falava e chamou Seu Filho de Deus. Você vai questionar a declaração do Pai? Essa é a verdade. O Senhor Jesus Cristo é Deus porque Ele é o Filho de Deus. Ele veio do seio do Pai; o Pai O gerou. Esta verdade é algo que os ministros da INCM acham difícil aceitar - que o Pai deu à luz o Deus unigênito. Mas sua recusa não mudaria a verdade: que o Senhor Jesus Cristo é o Deus unigênito. Conforme inscrito nos manuscritos gregos, Ele é monogenes theos.

Na verdade, mesmo que haja muitas evidências que provam a divindade do Senhor Jesus Cristo, mesmo que os próprios apóstolos tenham testificado que: “Este é o verdadeiro Deus e vida eterna”, e mesmo se o Pai, “... até o Filho que ele diz, Teu trono, ó Deus, é para todo o sempre ”, eu duvido que aqueles ministros INCM abandonem sua crença de mais de um século de que o Senhor Jesus Cristo é apenas um ser humano.

Não podemos fazer nada a respeito. Na verdade, é inevitável que haja realmente pessoas que não reconheceriam a divindade de Cristo, não por qualquer razão válida e bíblica, mas simplesmente por pura teimosia e obstinação. Mas para onde a teimosia e obstinação os levarão? Onde mais senão para a perdição!

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

Dissipando Alegações Sobre o Retorno de Cristo Com Senso Comum e Lógica Simples

A Iglesia ni Cristo de Manalo é uma das religiões que acreditam que, quando o Senhor Jesus Cristo voltar, a terra já será queimada. Na verdade, numa de suas transmissões de televisão, Michael Sandoval, um ministro da INC de Manalo, balbuciou que o reinado de mil anos de Cristo na terra - que se tornou o tema de muitas de nossas reuniões congregacionais - é altamente impossível de acontecer porque, segundo ele, quando o Senhor Jesus Cristo voltar, esta terra já será queimada e destruída. E uma vez que já será destruída, não haverá mais lugar para Cristo reinar.


Aparentemente, ele estava tentando contestar o que eu estava ensinando aos nossos irmãos da Igreja de Deus, algo que me baseei no livro do Apocalipse, que diz que quando Cristo voltar, Ele ressuscitará aqueles que morreram Nele e eles, juntos com Seus servos fiéis, reinarão com Ele na terra por mil anos (Apocalipse 20:5-6). Eu me pergunto por que ele está se opondo a algo que está claramente escrito na Bíblia.

É evidente que sua oposição ao que eu disse foi motivada por sua ignorância dos mistérios bíblicos e pronunciamentos proféticos que nós, na Igreja de Deus, conhecemos e entendemos apesar de nossa condição humilde - não por nossos próprios esforços, mas por meio da orientação divina do Espírito Santo.

Não é verdade que a terra já estará destruída ou queimada, quando o Senhor Jesus Cristo voltar. Embora não neguemos o fato de que isso está fadado a acontecer, mas não acontecerá na volta de Cristo. De acordo com a Bíblia, quando o Senhor Jesus Cristo retornar, Ele, junto com Seus santos que serão feitos sacerdotes, reinará sobre a terra por um milênio. Então, a terra continua existindo. E dado o período de mil anos, podemos esperar que o Evangelho da salvação possa ser pregado em todo o mundo sem entraves porque, ao longo desse período, Satanás estará encarcerado. Porém, após o período de mil anos, ele será libertado de sua prisão.

APOCALIPSE 20:7-8 diz,

7 Ora, quando se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, 
8 e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha.


No final dos mil anos, quando Satanás for libertado de sua prisão, sabendo que seu tempo é muito limitado, ele trabalhará dobrado e duro para enganar as nações nos quatro cantos do mundo. Apenas pense nisso - como Satanás pode atravessar os quatro cantos da terra se esta terra não existe mais? Além disso, ainda haverá um Armagedom que vai acontecer. Novamente, como essa batalha final pode acontecer se, com o retorno do Senhor Jesus Cristo, esta terra já será destruída? Você vê a loucura de Michael Sandoval e o absurdo de suas declarações?

Na verdade, basta uma lógica simples e um pouco de bom senso para entender que, quando o Senhor Jesus Cristo retornar, esta terra ainda não será queimada, porque Ele ainda reinará sobre ela por mil anos.

Aparentemente, os ministros da INC de Manalo, especialmente Michael Sandoval, carecem de lógica e bom senso. Se os tivessem, suas declarações não deveriam contradizer o que a Bíblia diz, e eles não deveriam ter exibido sua ignorância e falta de sentido em rede nacional. A linha de raciocínio deles apenas prova que eles não têm nenhuma ideia sobre o futuro reinado milenar do Senhor Jesus Cristo e Seus santos aqui na terra.

Mas eu não poderia culpá-los totalmente porque, certamente, seus mentores não lhes ensinaram nada sobre o livro do Apocalipse - provavelmente porque eles, também, não entendiam este livro específico da Bíblia. Isso é muito patético! O mínimo que os ministros da INCM podem fazer é ser humilde o suficiente para admitir sua ignorância, ao invés de se gabar e fingir ter conhecimento sobre verdades bíblicas como pronunciamentos proféticos. Na verdade, quanto mais eles se gabam e fingem, mais óbvio se torna que eles não têm compreensão. As próprias palavras que saem de suas bocas são as que os traem. E sentimos verdadeiramente por eles, mais especialmente por seus irmãos na fé, a quem eles estão levando à perdição. Que Deus tenha misericórdia dessas pessoas.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

O Que Realmente Esperar Durante o Reino Milenar de Cristo

Não acredite em nenhum pregador ou qualquer religião que diga que o retorno do Senhor Jesus Cristo já marca o dia do julgamento e a destruição da terra. Não há verdade nisso. Sim, o Senhor Jesus Cristo voltará, mas não para julgar a humanidade e destruir a terra imediatamente, pois há outro tempo determinado para realizar essas coisas.

Quando o Senhor Jesus Cristo retornar, Ele ressuscitará, não todos os mortos, mas apenas aqueles que morreram Nele. Isso é chamado de primeira ressurreição. E então, aqueles a quem Ele ressuscitou e Seus servos fiéis que ainda estão vivos durante aquele tempo serão arrebatados nas nuvens para encontrá-Lo no ar. Como está escrito em 1 Tessalonicenses 4:16- 17,

16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 

 17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.

Aqueles que serão incluídos na primeira ressurreição são considerados bem-aventurados porque a segunda morte não tem mais poder sobre eles. Eles serão feitos sacerdotes e, juntamente com Cristo, reinarão na terra por mil anos.

APOCALIPSE 20:5-6

5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição. 

6 Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos.

Em outras palavras, há duas ressurreições de mortos que vão acontecer. A primeira ressurreição é exclusiva para aqueles que morreram em Cristo, e isso acontecerá na volta do Senhor Jesus Cristo; enquanto a segunda ressurreição inclui todos os mortos que não estão incluídos na primeira ressurreição, e acontecerá após o período de mil anos. Portanto, há um intervalo de mil anos entre a primeira e a segunda ressurreição dos mortos.

Quando todos os mortos tiverem ressuscitado, esse será o tempo em que o Senhor Jesus Cristo julgará os vivos e os mortos. A Bíblia se refere a Cristo como o juiz tanto dos vivos quanto dos mortos.

1 PEDRO 4:5

os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos.

Outro versículo que prova que o Senhor Jesus Cristo julgará tanto os vivos como os mortos é 2 Timóteo 4:1, que diz:

Conjuro-te diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, pela sua vinda e pelo seu reino;

Haverá um tempo em que o Senhor Jesus Cristo aparecerá e a glória de Seu reino será revelada. Mas não será até depois de mil anos, quando Ele estará julgando tanto os vivos quanto os mortos que tiverem ressuscitado durante a segunda ressurreição.

Na verdade, João, a quem essas revelações foram dadas, teve um vislumbre do dia do julgamento; ele até viu como o diabo foi lançado no lago de fogo e enxofre.

APOCALIPSE 20:10

e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.

Depois disso, João também viu um grande trono branco, e diante do trono de Deus estavam todos os mortos que foram ressuscitados para encarar o julgamento.

APOCALIPSE 20:11-12

11 E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. 

12 E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.

Portanto, está claro agora que a volta do Senhor Jesus Cristo não marca o dia do julgamento nem a destruição da terra - pois essas coisas vão acontecer depois de Seu reinado na terra por mil anos. É preciso entender que o retorno do Senhor Jesus Cristo apenas marca o início de Seu reinado milenar na terra.

Com o Senhor Jesus Cristo reinando sobre todos os que estão na terra, podemos imaginar o tipo de justiça, retidão e santidade que prevalecerá em todos os lugares. Também podemos esperar que, com Cristo reinando, mais e mais pessoas serão convertidas, o que significa que mais e mais pessoas terão a chance de salvação.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

Cura - Falso ou Real

A Bíblia menciona diversos dons espirituais para a Igreja, e um deles é o dom de cura (1 Coríntios 12:4,9). Na verdade, a Igreja Cristã do primeiro século tornou-se destinatária deste dom, razão pela qual havia apóstolos e membros da Igreja naquela época que se tornaram instrumentos na cura de pessoas com enfermidades físicas. E até o momento, o dom de cura de Deus continua a ser desfrutado por Seu povo.

Às vezes, a cura acontece não por causa de qualquer intervenção humana, mas por causa de orações fervorosas. Por um lado, Deus oferece cura para aqueles que oram fervorosamente por ela. Eu pessoalmente conheço alguns irmãos na Igreja que foram diagnosticados com doenças que já estavam em seus estágios terminais, enquanto outros estavam com doenças contagiosas. Mas, por meio de nossas orações fervorosas ao Deus Todo-Poderoso, essas pessoas foram capazes de viver além do limite que os médicos lhes haviam imposto. Houve também aqueles que, por dificuldades financeiras, se recusaram a se submeter a uma cirurgia e optaram apenas pela alta hospitalar, mas também por meio de orações e súplicas sinceras, Deus acrescentou vários anos mais às suas vidas.

Na Igreja de Deus Internacional, sempre que sofremos de qualquer doença ou enfermidade, a primeira medida que tomamos é nos ajoelhar, orar e pedir a misericórdia e intervenção de Deus. Não realizamos nenhuma cerimônia ou ritual. Não recitamos nenhum encantamento. Simplesmente oramos com fervor. É nossa crença que Deus pode fazer mais do que os melhores médicos especialistas - e que Ele pode fazer o que os melhores médicos não podem.

Muitos pregadores hoje se gabam de ter o dom de cura - que simplesmente impondo as mãos sobre os enfermos, aqueles que estão enfermos certamente ficarão curados. Claro, essa é uma afirmação absurda. É tão fácil afirmar que eles têm o dom de curar, mas provar isso é algo que eles falharam em fazer.

Na verdade, vi o vídeo de um pregador sem-vergonha que supostamente estava realizando um ritual de cura. Mas em vez de colocar a mão sobre a mulher doente, ele colocou o pé sobre ela. Tornou-se aparente que entregar uma cura “honesta para o bem” não era realmente sua preocupação principal; ele estava mais interessado em tirar vantagem da mulher doente que estava desesperada para ser curada. Ele estava capitalizando sua posição como pregador e seu autoproclamado dom de cura ao praticar atos de lascívia e obscenidade, conforme mostrado no vídeo.


A mulher no vídeo estava realmente sofrendo de uma doença no ovário. Mas o que o pastor fez? Usando o pé, ele estava tocando a genitália da mulher; ele estava praticamente a agredindo sexualmente. A Bíblia não fala de nenhum método de cura semelhante ao que esse pastor estúpido empregou. Foi uma demonstração grosseira de luxúria e sensualidade e, sem dúvida, que o homem não é de Deus, mas de Satanás.

Nós, na Igreja de Deus Internacional, não cometemos tal tolice nem afirmamos que podemos curar as pessoas de todas as suas doenças simplesmente impondo nossas mãos sobre elas. Oramos a Deus por Sua cura porque acreditamos sinceramente que é Deus quem cura, e nossa crença está ancorada no que Ele disse em Êxodo 15:26, “... porque eu sou o Senhor que te sara”. Contamos sempre com Seus pronunciamentos e com Sua abundante misericórdia.

Na verdade, existe um dom de cura dado à Igreja. Existem realmente alguns membros da Igreja que receberam esse dom, como, por exemplo, nossos irmãos e irmãs que trabalham como massoterapeutas. Como massoterapeutas, eles podem curar inchaços, reabilitar lesões esportivas, aliviar a tensão e rigidez muscular e proporcionar facilidade e conforto para quem sente dor - não colocando as mãos sobre eles - mas aplicando vários graus de pressão na parte afetada do corpo ou esfregando e acariciando essas áreas com as mãos. Portanto, à sua maneira, eles também podem fornecer cura.

Mas, se uma pessoa foi curada por causa de orações ou por causa da intervenção de um profissional de saúde, nossa crença é que Deus e o Senhor Jesus Cristo são os que realmente curam. Aqueles que têm o dom de curar estão apenas sendo usados ​​pelo Pai e por Cristo como seus instrumentos na cura de pessoas. Na realidade, é o poder de cura de Deus e do Senhor Jesus Cristo que faz maravilhas. O ponto principal é, Deus e o Senhor Jesus Cristo são nossos curadores.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

Casar ou Não Casar - Seja Guiado pelas Prescrições de Deus

Deus quer que o homem sempre escolha o que é bom, obedeça aos Seus ensinamentos e observe o que fazer e o que não fazer que Ele descreveu para que o homem possa ter uma vida pacífica, segura e feliz. No entanto, Ele não está coagindo o homem a fazer o que Ele quer nem está restringindo a liberdade de escolha do homem. Mesmo assim, Deus revela as vantagens e benefícios que o homem obterá se escolher seguir Sua vontade.

E como um pai que não quer nada além do melhor para seus filhos, Deus nunca deixa de dar ao homem Suas prescrições e recomendações que ele pode usar como um guia para fazer escolhas e decisões na vida, especialmente quando se trata de assuntos sérios, como encontrar um cônjuge e casar, por exemplo.

O casamento é uma opção dada a todo homem e mulher. Aqueles que desejam construir uma família própria sempre podem escolher se casar - mas aqueles que desejam seguir uma vida tranquila, sem perturbação e piedosa podem sempre optar por permanecer solteiros. Mas se eles escolherem se casar, é importante que consultem primeiro as prescrições de Deus escritas na Bíblia a respeito deste assunto para que não cometam um erro do qual se arrependerão mais tarde.

No que diz respeito à mulher, a Bíblia diz que se ela deseja uma vida com menos preocupações e responsabilidades, e se ela deseja um tipo de vida que não distraia seu serviço a Deus, é melhor que ela não se case. Por quê? Porque ser casado é uma carreira 24 horas por dia, 7 dias por semana; vai exigir muito do seu tempo. E uma vez casada, ela não pode mais dedicar tanto tempo quanto deseja para servir a Deus. Ela ficará dividida entre seus deveres para com Deus e seus deveres para com o marido e os filhos.

Ao contrário de uma mulher solteira que pensa principalmente em coisas concernentes à piedade e santidade, a mulher casada é assediada pelos cuidados deste mundo. Portanto, para que ela não se distraia com essas coisas, a Bíblia recomenda que ela permaneça virgem.

1 CORÍNTIOS 7:32-35 diz,

32 Pois quero que estejais livres de cuidado. Quem não é casado cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor, 

33 mas quem é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar a sua mulher, 

34 e está dividido. A mulher não casada e a virgem cuidam das coisas do Senhor para serem santas, tanto no corpo como no espírito; a casada, porém, cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido. 

35 E digo isto para proveito vosso; não para vos enredar, mas para o que é decente, e a fim de poderdes dedicar-vos ao Senhor sem distração alguma.


Em uma casa típica, o marido assume o papel de provedor, mas é a esposa que fica com a parte mais pesada do fardo. É ela quem concebe e carrega o bebê na barriga por nove meses; após nove meses, ela dá à luz; e ao dar à luz, sua vida corre grande perigo. E depois de dar à luz, ela amamenta e zela por seu filho durante todo o dia, entre outras coisas. Praticamente, as tarefas que uma mãe deve cumprir nunca terminam. Isso sem mencionar seus deveres como esposa para com o marido e como zeladora da casa.

Com sua grande carga de trabalho todos os dias, ela definitivamente encontrará dificuldade em reservar tempo para servir a Deus. Mas se ela escolher cumprir a prescrição de Deus - se ela escolher permanecer uma donzela - ela será poupada de uma vida muito difícil e será capaz de servir a Deus livremente.

Esta prescrição particular de Deus também é recomendada ao homem. Se ele também quiser se poupar dos problemas de ser o chefe da família - como ganhar dinheiro para pagar as mensalidades dos filhos, comprar leite e fraldas para o bebê e pagar aluguel, empréstimos e outras contas domésticas. E se ele quer servir ao Senhor de todo o coração, é melhor que continue solteiro, como o apóstolo Paulo.

Às vezes, existem pessoas especiais como o apóstolo Paulo, que foram designadas por Deus para desempenhar uma função especial. No caso de Paulo, ele permitiu que a vontade de Deus e não sua escolha pessoal prevalecesse em sua vida. Embora os apóstolos não fossem proibidos de se casar, o apóstolo Paulo optou por permanecer solteiro porque queria cumprir sua função e responsabilidades com mais fidelidade e sem obstáculos. Ele também queria dedicar toda a sua vida servindo ao Senhor - o que ele não seria capaz de fazer se tivesse uma esposa e filhos para cuidar.

GÁLATAS 1:13-15

13 Pois já ouvistes qual foi outrora o meu procedimento no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus e a assolava, 

14 e na minha nação excedia em judaísmo a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais. 

15 Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça,

Na verdade, mesmo quando Paulo ainda estava no ventre de sua mãe, Deus já o havia pré- ordenado para ser um apóstolo. E quando chegou o tempo designado para seu apostolado, ele se submeteu de bom grado à vontade de Deus.

Como o apóstolo Paulo, Deus também designou Jeremias para outra função especial, desde o tempo em que ainda estava no ventre de sua mãe. Deus havia predestinado Jeremias para ser um profeta para as nações.

Mas, fora esses poucos casos excepcionais, as pessoas são livres para escolher o tipo de vida que desejam. Eles são livres para se casar, se quiserem; eles também são livres para permanecer solteiros se essa for sua escolha. E se eles decidirem se casar, é melhor que eles considerem as prescrições e recomendações de Deus primeiro.

Em primeiro lugar, é importante que o homem, ou a mulher, seja capaz de escolher a pessoa certa que se tornaria seu parceiro para toda a vida. Eles têm que se certificar de que se apaixonem pela pessoa certa. Por quê? Porque o diabo também está exortando as pessoas a se apaixonarem, mas ele as exorta a amar a pessoa errada - até mesmo alguém que já é casado. Não acredite no que os outros dizem que uma vez que o Cupido acerta você com sua flecha que vai direto ao seu coração, você fica cego de amor e se apaixonará mesmo por um homem ou mulher casado. Isso é um absurdo. Em primeiro lugar, o Cupido não é real; ele só existe na mitologia. Fazer uma pessoa se apaixonar por alguém que já é casado não é obra de Cupido, mas do diabo. E se você ceder à provocação do diabo, você vai acabar se tornando um destruidor de lares e um imoral.

Deus também não quer que você se case com uma pessoa mal-humorada; na verdade, Deus nem mesmo quer que você se associe ou faça amizade com alguém que tem um temperamento ruim ou alguém que está sempre zangado ou furioso. Ele quer que você fique longe desse tipo de pessoa porque elas podem influenciá-lo muito.

PROVÉRBIOS 22:24-25 diz,

24 Não faças amizade com o iracundo; nem andes com o homem colérico; 

25 para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma.


Na verdade, essa qualidade não é vista apenas entre os homens, como também existem mulheres que são temperamentais e estão sempre brigando e discutindo com os outros.

PROVÉRBIOS 21:19

Melhor é morar numa terra deserta do que com a mulher rixosa e iracunda.

Então, se você vê que sua namorada briga e está sempre brigando com você, é melhor se afastar. Caso contrário, você não encontrará paz na vida se ela se tornar sua esposa. E você não pode simplesmente abandoná-la ou afastá-la quando ela se tornar muito irritante e difícil de lidar.

É contra a vontade de Deus que marido e esposa se separem. O casamento deve ser duradouro - deve resistir ao teste do tempo e deve suportar todas as dificuldades. Para que isso aconteça, o relacionamento marido-mulher deve ser fundamentado no amor genuíno e nos ensinamentos de Deus. E as partes contratantes do casamento devem estar cientes de que seu relacionamento é vitalício e somente a morte pode separá-los.

Se em outras igrejas um casamento pode ser anulado ou declarado nulo e sem efeito, na verdadeira Igreja de Deus, o casamento é um compromisso para a vida toda e um contrato de casamento nunca perde sua eficácia. Só expira quando um deles morre.

E visto que nós, na Igreja de Deus internacional, não permitimos que os casais se separem, vemos primeiro que o homem e a mulher que querem se casar se amem verdadeiramente - que estejam prontos para se ajustar um ao outro considerando o fato de que eles têm origens familiares diferentes e foram criados de maneira diferente; que estão prontos para enfrentar os desafios e problemas que possam surgir; e que estarão um ao lado do outro em todos os momentos e permanecerão fiéis um ao outro todos os dias de suas vidas. E se surgirem problemas e conflitos durante sua vida de casados, também os ajudamos a preservar seu casamento. Nós os ajudamos a consertar as coisas e resolver seus problemas usando a palavra de Deus porque é a vontade de Deus que marido e esposa fiquem juntos até o fim.

Podemos dizer que em tudo o que fazemos e em cada escolha e decisão que tomamos, é sempre vantajoso se formos guiados e se seguirmos a vontade de Deus. Também podemos dizer que a maneira mais sábia de usar nosso livre arbítrio ou nossa liberdade de escolha é escolher seguir a receita de Deus, seja no casamento ou em outros aspectos da vida. Lembre-se sempre, Deus sabe o que é melhor para nós - e Ele não quer menos do que o melhor para nós.

A Deus seja a glória!

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]