Livre Arbítrio Mostra o Amor Infalível de Deus pelo Homem

Nossa vida vem de Deus e existimos porque Ele o desejou. Sendo o doador da vida, Deus também tem o poder de tirá-la. A questão é: todas as mortes são desejadas por Deus? É a vontade de Deus, por exemplo, que bebês morram enquanto ainda estão dentro do útero de suas mães?

Na verdade, não podemos dar uma resposta categórica sim ou não a essa pergunta. Primeiro, temos que identificar a causa da morte do bebê. Por que e como o bebê morreu? Se o bebê morresse de forma natural, ou seja, se não houvesse intervenções humanas, podemos dizer que sua morte foi desejada por Deus e sua mãe não seria responsabilizada pela morte da criança. Mas se a mãe abortou voluntariamente seu filho, definitivamente, a morte do bebê não foi desejada por Deus, porque abortar uma criança é um ato que é detestável aos olhos de Deus. E quem o cometer será responsabilizado pela morte de inocentes.

PROVÉRBIOS 6:16-17

16 Há seis coisas que o Senhor detesta; sim, há sete que ele abomina: 

17 olhos altivos, língua mentirosa, e mãos que derramam sangue inocente;

Derramar sangue inocente é um dos atos odiosos para Deus. E uma forma de derramamento de sangue inocente é através do aborto. O aborto é contra a vontade de Deus.

No entanto, derramar sangue inocente não se limita apenas a abortar uma criança dentro do útero de uma mulher. Tirar a vida de crianças inocentes, por qualquer motivo, também é considerado derramamento de sangue inocente.

É por isso que Deus ficou profundamente magoado quando os israelitas fizeram seus filhos e filhas como ofertas de sacrifício aos ídolos em Canaã.

SALMOS 106:38

e derramaram sangue inocente, o sangue de seus filhos e de suas filhas, que eles sacrificaram aos ídolos de Canaã; e a terra foi manchada com sangue.

Imagine, eles assassinaram seus próprios filhos, os queimaram e os fizeram uma oferta a falsos deuses!

JEREMIAS 7:31

E edificaram os altos de Tofete, que está no Vale do filho de Hinom, para queimarem no fogo a seus filhos e a suas filhas, o que nunca ordenei, nem me veio à mente.

Fazer um filho ou filha passar pelo fogo é contra os mandamentos de Deus; é uma abominação para ele.

DEUTERONÔMIO 18:10-12

10 Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, 

11 nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; 

12 pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.

Falando cientificamente, durante o terceiro ou quarto mês de gravidez de uma mulher, o bebê dentro dela já tem uma identidade. E desde a segunda até a terceira semana de concepção, a criança já tem um sistema cardiovascular. Na verdade, o primeiro órgão que se forma é o coração; para Deus, o coração é muito importante. Antes de um ser humano nascer, Deus já conhece o coração que está nele.

JEREMIAS 1:5

Antes que eu te formasse no ventre, te conheci, e antes de nasceres, te consagrei; te pus por profeta para as nações.

No caso do profeta Jeremias, Deus já o conhecia antes mesmo de ele ser formado no ventre de sua mãe - Deus o havia santificado antes de ele dar à luz. E enquanto ainda estava no ventre de sua mãe, Deus já havia ordenado Jeremias para ser um profeta para as nações. Diante de tudo isso, podemos imaginar quão grave é o pecado que a mãe de Jeremias poderia ter cometido se tivesse decidido abortar o filho quando ele tinha apenas algumas semanas de vida em seu ventre. Ela poderia ter sido um obstáculo para o cumprimento do decreto de Deus para seu filho.

Mulheres que abortam bebês e médicos que fazem aborto são culpados de derramar sangue inocente. A menos que o façam para preservar a vida da mãe. A história é diferente se o bebê foi abortado porque a vida da mãe esteve em perigo. Em uma situação como essa, o aborto se torna permitido.

Mas é um grande pecado para Deus se o aborto é realizado simplesmente porque a mulher quer evitar responsabilidades ou ela tem medo de ser ridicularizada por ter engravidado fora do casamento; ou essa gravidez vai arruinar sua aparência; ou o bebê será um obstáculo para atingir sua ambição. Nesses casos, não só a mulher que se submeteu ao aborto será responsabilizada pelo derramamento de sangue inocente, mas também o médico que realizou o aborto. Tenha isso em mente - abortar um bebê não faz parte da vontade de Deus.

Atualmente, existe uma ideologia que promove o aborto porque, segundo seus proponentes, é uma forma de limitar a população mundial. Como esperado, os defensores dessa estupidez são ateus desavergonhados. Pessoas que não acreditam em Deus estão por trás de todos os programas e conceitos que visam encurtar a vida das pessoas e reduzir a população da Terra. Essas pessoas estão por trás da invenção de armas de destruição em massa e talvez até mesmo do vírus que continua a infectar milhões de pessoas em todo o mundo hoje. Como esse vírus é bastante estranho e extraordinariamente forte, tenho a tendência de acreditar que não veio da natureza, mas sim do homem.

Pelo que aprendi em meu estudo de medicina alternativa, um vírus é autolimitante. Isso significa que ele morre naturalmente após um curto período de tempo. Ao contrário deste novo coronavírus, que é fatal e duradouro, pois permanece vivo por mais de um mês e meio. Surpreendentemente, ele dura até 49 dias - não dentro de um hospedeiro, mas fora dele. Este é provavelmente um dos que eles chamam de organismos geneticamente modificados (OGM). Isso poderia ser o resultado de um processo em que o material genético de organismos vivos - como plantas, animais e microorganismos, incluindo vírus - é alterado ou adulterado pelo homem.

Hoje, os OGMs aparentemente estão sendo promovidos pelos ricos, especificamente os magnatas dos negócios, que interferem na composição natural das plantações e até dos animais. Eles fazem isso para acumular mais riqueza e, eventualmente, alcançar a supremacia mundial.

Essas pessoas ricas estão brincando com a ideia de ter um governo mundial próprio em suas mentes, que eles liderariam e lhes permitiriam a oportunidade de monopolizar a economia do mundo e comandar todas as pessoas. A ideia desse tipo de governo mundial é na verdade um conceito do anticristo.

APOCALIPSE 13:16-17

16 E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte, 

17 para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

É inevitável que haja pessoas realmente ricas e poderosas que aspirem a dominar o mundo; sem dúvida, as pessoas que têm esse desejo são asseclas e seguidores do diabo; eles não são de Deus. É por isso que eles não têm medo de alterar a composição genética das criações de Deus.

O que quero enfatizar é que não é a vontade absoluta de Deus que as pessoas morram; nem todas as mortes são desejadas diretamente por Deus. Quando falamos sobre a vontade de Deus, temos que entender que existem coisas como a vontade permissiva e a vontade diretiva de Deus. A vontade diretiva de Deus ocorre quando o que acontece é o que Deus realmente deseja que aconteça. Por outro lado, a vontade permissiva ocorre quando Deus permite ou deixa que algo aconteça porque é isso que o homem deseja que aconteça; isso acontece porque o homem exerceu seu livre arbítrio.

Portanto, se a morte veio naturalmente - digamos que uma pessoa morreu por causa de uma doença ou por causa da velhice e veio em um momento em que a pessoa estava diligente e fielmente cumprindo os ensinamentos de Deus e do Senhor Jesus Cristo - podemos dizer que sua morte foi desejada por Deus. Mas se uma pessoa morreu em sua busca imprudente de gratificação pessoal, e se ela deliberadamente optou por não dar valor aos mandamentos de Deus, apesar de conhecê-los bem, então podemos dizer que sua morte foi apenas permitida por Deus, e veio como consequência de seu fracasso em fazer escolhas sábias em sua vida.

Uma das coisas de que me lembro até agora da minha professora do ensino fundamental foi a citação do ditado: “Você é o mestre do seu destino; você é o capitão de sua alma.” Significa que participamos na formação da vida que queremos viver, pois somos nós que fazemos nossas escolhas e decisões. E é por causa das escolhas e decisões que tomamos que nos tornamos responsáveis ​​pelas coisas que fizemos de forma errada e por nosso total desrespeito às admoestações de Deus.

DEUTERONÔMIO 30:19

O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,

Na vida, o homem tem duas opções: ou ele escolhe o que é bom ou o que é mau. O bem e o mal são realidades que existem no mundo, e o que Deus quer é que o homem escolha o que é bom.

Infelizmente, desde os primeiros tempos, Deus viu a tendência do homem de escolher o que é mau, apesar de ter sido ensinado tudo o que é bom. É por causa do arqui-inimigo de Deus, Satanás, que insiste em incitar o homem a fazer coisas que vão contra os ensinamentos de Deus.

Mas por causa do grande amor do Criador pelo homem e Sua profunda preocupação com a salvação do homem, Ele está dando ao homem Sua receita para escolher a vida para que o homem e seus descendentes possam viver. No entanto, a decisão ainda cabe ao homem, visto que ele recebeu o livre arbítrio. Só podemos esperar que o homem exerça a prudência em seu livre arbítrio. E só podemos esperar que ele escolha a vida, não a morte!

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

De Injuriador a Crente - A Iluminação do Ladrão na Cruz

Sempre que os leitores comuns da Bíblia se deparam com Mateus 27:44, Marcos 15:32 e Lucas 23:39-40, às vezes ficam confusos sobre como os ladrões que foram crucificados junto com o Senhor Jesus Cristo realmente o trataram enquanto estavam pendurados na cruz. A confusão deles origina-se do que parecia ser uma contradição entre os relatos de Mateus e Marcos e o relato de Lucas.

MATEUS 27:44

E o mesmo lhe lançaram também em rosto os salteadores que com ele estavam crucificados.

MARCOS 15:32

O Cristo, o Rei de Israel, desça agora da cruz, para que o vejamos e acreditemos. Também os que com ele foram crucificados o injuriavam.

Nos versículos acima, Mateus e Marcos disseram que os dois ladrões zombaram e insultaram a Cristo enquanto estavam na cruz. Por outro lado, Lucas mencionou que um dos ladrões repreendeu seu companheiro ladrão por zombar do Senhor Jesus Cristo.

LUCAS 23:39-40 diz,

39 E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós. 

40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação?

Na verdade, não há nada para se confundir; e mais, não há contradição em seus respectivos relatos. Todas as suas contas estão corretas e verdadeiras.

Aparentemente, surge a confusão porque alguns leitores deixam de considerar o elemento de tempo envolvido em todo o cenário. Eles têm esquecido o fato de que os dois ladrões e o Senhor Jesus Cristo estavam pendurados na cruz, não apenas por alguns minutos, mas por cerca de seis a oito horas. E durante esse período de tempo, muitas coisas aconteceram que abriram o coração de um dos ladrões, o que o fez mudar sua atitude para com o Senhor Jesus Cristo.

É verdade que os dois insultaram o Senhor Jesus Cristo e lançaram palavras de insulto a Ele, mas isso aconteceu durante as primeiras horas de sua crucificação.

Com o passar das horas, depois de testemunhar várias coisas que aconteceram, um deles mudou de ideia; ele se tornou compassivo para com Cristo e finalmente percebeu que Cristo não merecia estar naquela situação - ao contrário dos dois que mereciam a pena de morte por seu crime.

Um dos casos que poderia ter revertido a impressão do ladrão sobre o Senhor Jesus Cristo foi quando ele viu como um filho carinhoso e amoroso era para Maria. O ladrão ouviu como Cristo confiou Sua mãe, Maria, aos cuidados de Seu amado apóstolo João. Mesmo que Cristo estivesse naquela situação muito difícil, Ele ainda estava pensando no bem-estar de Sua mãe e garantiu que alguém cuidaria dela quando Ele partisse.

JOÃO 19:26-27

26 Ora, Jesus, vendo ali sua mãe e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse à sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. 

27 Depois, disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.

O Senhor Jesus Cristo podia ver o coração dos homens e viu quão bondoso era João. Foi por isso que Cristo confiou Maria, Sua mãe, a ele. Naquele mesmo dia, João levou Maria para sua própria casa, onde ela foi tratada como membro de sua família.

O ladrão também viu como Cristo suportou todos os insultos e zombarias das pessoas ao seu redor. Além disso, ele também testemunhou como o Senhor Jesus Cristo permaneceu manso, apesar do tratamento cruel dado a Ele pelos soldados quando Ele tinha sede - em vez de água, Ele recebeu vinagre.

JOÃO 19:28-30

28 Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede. 

29 Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja e, pondo-a num hissopo, lha chegaram à boca. 

30 E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.

O ladrão também ouviu Cristo orar ao Pai para perdoar aqueles que O fizeram mal porque não sabiam o que faziam (Lucas 23:34) - uma oração que só pode ser proferida por alguém cujo coração transborda de amor, misericórdia e magnanimidade.

O outro incidente que chamou a atenção do ladrão foi quando o sol escureceu durante suas horas finais.

MARCOS 15:33

E quando chegou a hora sexta, houve trevas em toda a terra até a hora nona.

A escuridão envolveu toda a terra desde a hora sexta, ou meio-dia, até a hora nona, ou três horas da tarde.

Tenha em mente que essas coisas não aconteceram em questão de minutos. Aconteceram com intervalos, no intervalo de seis a oito horas. Isso implica que a mudança na atitude de um dos ladrões para com o Senhor Jesus Cristo não aconteceu num estalar de dedos; a mudança foi motivada pelas coisas que ele viu e ouviu. Depois de testemunhar essas coisas, o ladrão que antes insultava e zombava do Senhor Jesus Cristo experimentou uma conversão - de ser um injuriador, ele se tornou um crente que Cristo é verdadeiramente o Filho de Deus.

LUCAS 23:34-43 diz,

34 E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes. 

35 E o povo estava olhando. E também os príncipes zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus. 

36 E também os soldados escarneciam dele, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre, 

37 e dizendo: Se tu és o Rei dos judeus, salva-te a ti mesmo. 

38 E também, por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas e hebraicas: Este é O Rei dos Judeus. 

39 E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós. 

40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? 

41 E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. 

42 E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino. 

43 E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.


Inevitavelmente, o ladrão desenvolveu um sentimento de remorso e arrependimento pelo que havia dito e feito naquele dia, pois a fé já brotava em seu coração. Foi por isso que quando seu companheiro ladrão ainda estava falando com Cristo com sarcasmo e desrespeito, ele o repreendeu. Até que chegou ao ponto em que implorou ao Senhor Jesus Cristo: "Senhor, lembra-te de mim quando entrares no teu reino."

Podemos dizer que aquele ladrão teve muita sorte porque antes de morrer, ele foi capaz de reconhecer a Cristo. E mais especialmente, ele tinha a certeza de que mereceria a bem- aventurança do paraíso quando o Senhor Jesus Cristo respondeu a ele: "estarás comigo no paraíso."

Portanto, muito claramente, não há ideias contraditórias nos relatos dos escritores do Evangelho. Os leitores só precisam perceber que são seis ou oito horas na série de eventos que aconteceram. E dadas aquelas seis ou oito horas, muitas coisas maravilhosas poderiam ter acontecido. Não há como negar que no início, os dois xingaram o Senhor Jesus Cristo, mas, mais tarde, um deles se comoveu com as coisas que havia testemunhado. Ele foi iluminado. E essa iluminação o levou a crer em Deus e no Senhor Jesus Cristo.

Desenvolver fé em Deus e em Cristo e implorar ao Senhor Jesus Cristo para se lembrar dele quando Cristo for para o Seu reino foram definitivamente as melhores coisas que esse ladrão fez em sua vida. Por causa disso, ele se tornou um herdeiro do céu. É uma pena que o outro ladrão não tenha experimentado a iluminação e a compreensão que ele experimentou.

Para terminar, deixe-me apenas enfatizar que não há contradições nas Escrituras inspiradas. Se houver versículos que parecem se contradizer, o leitor deve apenas considerar a história de fundo e as circunstâncias que envolvem a situação dada. E para evitar confusão e má interpretação, é melhor invocar a orientação do Espírito Santo primeiro ao ler a Bíblia.

Que Deus abençoe a todos nós!

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

O Propósito e Significado da Vida

Todas as criaturas existem para um propósito definido, e é no cumprimento de tal propósito que suas vidas se tornam significativas.

Se você for um observador atento das diferentes criaturas ao seu redor, compreenderá que cada uma delas está ciente do próprio propósito de sua existência e que estão prontas para cumprir seu propósito, custe o que custar.

Veja o caso das abelhas. Um macho da abelha, ou zangão, sabe que seu propósito ou dever é acasalar e engravidar a abelha rainha. E como ele entende qual é o seu dever, ele o cumpre apesar de saber que, ao fazê-lo, perderia a vida porque depois de acasalar com a rainha, ele está destinado a morrer. Por isso, eles chamam de suicídio sexual.

Abaixo está um trecho de um artigo intitulado “Suicídio Sexual das Abelhas: A Trágica Situação do Zangão”.

SUICÍDIO SEXUAL DAS ABELHAS A TRÁGICA CONDIÇÃO DO ZANGÃO

A abelha macho, chamado zangão, existe por uma só razão - acasalar com a rainha. Ele é totalmente dispensável uma vez que tiver cumprido este serviço à colônia... O zangão leva sua missão à sério, entretanto, e dará sua vida pela causa. Acasalamento da abelha é um dos exemplos mais dramáticos de suicídio sexual no mundo dos insetos. Sexo das abelhas ocorre no meio do ar, quando a rainha voa em busca de parceiros. Zangões competem pela chance de acasalar com sua rainha, se aglomerando ao redor dela enquanto ela voa. Eventualmente, um corajoso zangão fará seu movimento. Ao chegar à rainha, o zangão revira seu pênis usando uma contração dos seus músculos abdominais e pressão hemostática, e insere firmemente no trato reprodutivo da rainha. Ele imediatamente ejacula com força tão explosiva que a ponta do seu pênis se rompe, e é deixado para trás dentro da rainha. O zangão cai ao chão, onde ele morre logo depois...

Daí, vemos como o zangão está levando sua missão muito seriamente, mesmo que custe sua própria vida.



Pode-se dizer que a vida do zangão ganha sentido porque ele é capaz de cumprir o propósito de sua existência e se torna um instrumento na proliferação, ou nascimento, de mais abelhas. Se o macho da abelha, ou o zangão, não der valor ao seu dever, as abelhas de sua espécie provavelmente já teriam se tornado ameaçadas de extinção, ou poderiam estar em extinção. Mas por causa de seus encontros sexuais, a rainha põe muitos ovos de abelhas, que mais tarde serão chocados e se tornarão jovens abelhas.

Não é apenas a abelha masculina, ou o zangão, que tem uma função específica a cumprir. Na verdade, cada membro da colônia de abelhas tem um dever a cumprir. A rainha, por exemplo, está encarregada de proteger toda a colônia de abelhas; é sua responsabilidade defender sua colônia de intrusos. E como ela assume uma responsabilidade muito grande, ela não é obrigada a sair para procurar sua comida. Esse dever pertence às abelhas operárias.

As abelhas operárias são as que saem, pairando de flor em flor para colher néctar para a rainha. As abelhas operárias coletam o néctar das flores sugando-o e, em seguida, levando-o para a colmeia, para que a rainha tenha um suprimento constante de alimento. À medida que o néctar é passado por suas bocas, ele gradualmente se transforma em mel, que as abelhas operárias armazenam em células do favo de mel. Como a abelha rainha não pode consumir todo o mel que foi armazenado para ela, o excesso é consumido pelos humanos.

O mel, especialmente o favo de mel, não só tem um sabor doce, mas também é muito benéfico para a saúde do homem. Na verdade, comer mel é recomendado pela Bíblia.

PROVÉRBIOS 24:13 diz:

Come mel meu filho, porque é bom; e o favo de mel, que é doce ao teu paladar;

Sempre podemos contar com cada pronunciamento de Deus escrito na Bíblia. O mel, de fato, é bom; na verdade, é considerado um alimento completo, pois contém todos os minerais e vitaminas essenciais de que o corpo humano necessita. Sua completude pode ser comparada ao leite, que também é considerado alimento completo para bebês.

Deve ser lembrado que quando Deus libertou os israelitas da terra do Egito, Ele prometeu levá- los para uma terra que mana leite e mel.

ÊXODO 3:8

por isso, desci a fim de livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel; ...

Isso significa que o povo de Deus não teria falta de nutrição naquela terra; tanto os jovens como os velhos teriam um suprimento de comida completa - leite para bebês e mel para adultos. No entanto, o mel não deve ser dado a bebês ou crianças com menos de um ano de idade, pois pode ser prejudicial para suas vidas. Portanto, em vez de mel, eles deveriam receber leite. Na verdade, mesmo os adultos também são aconselhados a ingerir uma quantidade certa de mel.

De acordo com a Bíblia, o homem deve comer apenas uma quantidade suficiente de mel, não excessivamente.

PROVÉRBIOS 25:16

Achaste mel? come o quanto te for suficiente, para que não te fartes com isso e vomites.

Se você ingerir mais do que a quantidade suficiente de mel, seu nível glicêmico aumentará e isso pode induzir o vômito.

O ponto que quero enfatizar é este. Se as abelhas não tivessem sido fiéis em cumprir o propósito de sua existência, isto é, se o zangão se recusasse a arriscar sua vida no acasalamento com a rainha, se as operárias, da mesma forma, não coletassem e armazenassem néctar para a rainha, e se a rainha falhasse em botar e chocar ovos que se tornam abelhas jovens, certamente, não apenas sua colônia pereceria, mas, mais especialmente, os humanos não teriam a chance de se beneficiar das propriedades curativas e medicinais do mel.

Aparentemente, embora o mel seja originalmente destinado ao consumo de sua rainha, os humanos também se beneficiam dele. Em outras palavras, os homens se tornaram os beneficiários finais do desempenho diligente das abelhas em seus respectivos deveres.

Na verdade, mesmo que falemos de outras criações, como árvores, gado, peixes, porcos e galinhas, você perceberá que os beneficiários finais de sua existência também são os homens. Eles existem com o propósito de sustentar os homens em sua necessidade de nutrição; e sua existência torna-se significativa porque eles são capazes de cumprir esse propósito.

Agora, se criaturas não humanas existem para um propósito nobre e definido, a mesma coisa deve ser verdadeira com os humanos. O homem também existe para um propósito específico, ou dever, que ele também deve cumprir. E esse dever é servir a Deus. O homem não deve passar sua vida sem objetivo e inutilmente; em vez disso, ele deve gastá-lo em honrar a Deus e em guardar Seus mandamentos, porque esse é seu dever.

Como está escrito em ECLESIASTES 12:13,

De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem.

Todo o dever do homem é servir a Deus, o Criador da vida. Devemos a Ele nossas vidas e nosso ser.

ATOS 17:28 diz:

Pois nele vivemos, nos movemos e existimos; ...

Portanto, é justo que nossas vidas sejam gastas no serviço ao nosso Criador - pois sem Ele, não poderíamos ter existido aqui na terra.

Infelizmente, as pessoas então não perceberam isso, então eles O mataram - o Filho de Deus e Autor da vida.

ATOS 3:15

De sorte que matastes o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas.

Em vez de mostrar amor e gratidão ao Senhor Jesus Cristo e em vez de servi-Lo, eles até o mataram.

Na verdade, será muito lamentável se deixarmos de entender o propósito de nossa existência, e se não formos capazes de descobrir o significado de nossas vidas, para que não possamos acabar como vagabundos e preguiçosos, ou talvez hedonistas.

Compreender o significado da vida é saber primeiro o propósito de nossa existência, bem como os deveres que temos que cumprir. E é cumprindo nossos deveres e servindo a nosso propósito que nossa vida se torna significativa.

Como humanos, nosso propósito e todo o nosso dever é servir a Deus. Esse dever é o que dá sentido às nossas vidas - sem ele, nossas vidas se tornam sem propósito e sem sentido. Portanto, se quisermos que nossa vida tenha um propósito e significado, devemos gastá-la servindo a Deus. E servir a Deus significa honrá-Lo e guardar Seus mandamentos.

Que Deus te abençoe!

Verdadeira Adoração é Mais do que Frequentar Reuniões da Igreja

Adorar a Deus é adorá-Lo em espírito e em verdade. E adorá-Lo em espírito e em verdade não se limita a ir às reuniões da igreja, cantar hinos para Ele e ouvir Seus ensinamentos dentro de uma capela ou casa de adoração. 


Se esses atos não constituem o significado completo de adorar e servir a Deus, como então podemos adorá-Lo e servi-Lo de maneira legítima?

ROMANOS 12:1 diz:

Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é a vossa adoração espiritual.

A maneira correta de adorar e servir a Deus é apresentar a Ele nossos corpos como um sacrifício vivo, que também é nosso ato espiritual de adoração.

Evidentemente, o tipo de adoração que está sendo ensinado aos cristãos é totalmente diferente do tipo de adoração que era praticado pelos israelitas no Antigo Testamento. Durante aquele tempo, aqueles que adoravam a Deus tinham que oferecer vacas, ovelhas, cordeiros e cabras, que já haviam sido abatidas. E o sangue daqueles animais era até mesmo aspergido no templo.

Mas na dispensação cristã, o que nós, cristãos, devemos oferecer a Deus são nossos próprios corpos; nossos corpos devem servir como nosso sacrifício vivo e adoração racional ou espiritual a Ele. Não são apenas contribuições monetárias que os cristãos devem oferecer a Deus. Há uma oferta mais importante que devemos apresentar a Deus, que é nosso próprio corpo. E ao fazer isso, somos capazes de adorá-Lo corretamente.

A questão é: como podemos fazer de nosso corpo um sacrifício vivo, santo e aceitável a Deus?

ROMANOS 6:13 diz:

nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado como instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como redivivos dentre os mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça.

Temos que cuidar para que estejamos usando os membros de nossos corpos como instrumentos da justiça de Deus, e não como instrumentos de injustiça ou pecados. Temos que usar nosso corpo para fazer boas ações para nossos semelhantes, como o que Jó fez durante seu tempo.

JÓ 29:15 diz:

Fazia-me olhos para o cego, e pés para o coxo;

Jó serviu de olhos aos cegos e pés aos coxos. Isso significa que ele prestou assistência aos necessitados e desamparados.

Segue-se que, se estendermos a mão para ajudar aqueles que estão em perigo, ou se oferecermos nossos serviços aos deficientes físicos, como levar ou guiar um cego para onde ele quer ir, já podemos adorar a Deus. Em outras palavras, cada vez que usamos nosso corpo para servir aos outros, estamos automaticamente adorando a Deus.

No entanto, se você estiver usando o dedo, por exemplo, para puxar o gatilho de uma arma para matar uma pessoa, se estiver usando a língua para enganar os outros, ou se estiver usando as mãos para socar e bater em sua esposa e filhos, você está se tornando um instrumento de injustiça. Na verdade, você está servindo a Satanás enquanto faz coisas que o deleitam.

O que quero salientar é que ainda podemos adorar e servir a Deus mesmo se não estivermos dentro de uma capela. Podemos adorá-Lo e servi-Lo mesmo se estivermos em casa, no escritório, na escola, nas ruas ou em qualquer outro lugar - se fizermos a Sua justiça e se estivermos sempre prontos para servir e ajudar outras pessoas.

De acordo com o apóstolo Paulo, Deus, sendo o Criador da Terra e de tudo que há nela, não é servido pelas mãos dos homens.

ATOS 17:25 diz:

nem tampouco é servido por mãos humanas, como se necessitasse de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas;

No entanto, podemos prestar-Lhe serviço espiritual usando, não apenas as nossas mãos, mas todo o nosso corpo, em atos de justiça por nossos semelhantes.

Como o mundo inteiro hoje passa por um momento muito difícil, eu diria que agora é uma boa oportunidade pela qual podemos ser instrumentos da justiça de Deus. Embora seja verdade que muitas pessoas agora precisam de ajuda material, muitas, muitas mais precisam de orações e palavras de consolo e reconfortantes que só podem vir das palavras de Deus na Bíblia. Tenho certeza de que, com a ajuda de Deus, de nossa própria maneira, podemos ser instrumentos no fornecimento de tudo isso aos outros. Amém.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

Não Há Com Que Se Preocupar Se Obedecemos a Deus


Uma das características distintivas dos verdadeiros cristãos é que eles não são facilmente desanimados por coisas desagradáveis ​​que surgem no caminho. Em meio a problemas e preocupações, os verdadeiros cristãos mantêm um certo nível de compostura e serenidade em espírito. Isso ocorre porque eles não são afetados pelas adversidades. Como pessoas que reconhecem e temem a Deus, em seus corações, confiam que, aconteça o que acontecer, o resultado final será sempre para o bem daqueles que amam a Deus.

Romanos 8:28 diz:

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

Se realmente amamos, tememos, reverenciamos e obedecemos a Deus, devemos considerar tudo o que acontece com o princípio de que Deus permitiu que tais coisas acontecessem para o bem daqueles que O amam. E quem são aqueles que amam a Deus?

1 João 5:3 diz:

Porque este é o amor a Deus, que guardemos os Seus mandamentos; e os Seus mandamentos não são pesados;

Os que amam a Deus são os que obedecem aos seus mandamentos. Nossa obediência aos mandamentos de Deus é uma manifestação de que O amamos, porque amar a Deus é guardar Seus mandamentos. Portanto, se realmente amamos a Deus - isto é, se obedecemos a Seus mandamentos e baseamos nossa fé nos ensinamentos da Bíblia - não diremos que coisas ruins acontecem conosco. Coisas ruins acontecem àqueles que são desobedientes a Deus.

Durante o tempo dos israelitas, Deus lhes deu um aviso de que, se eles não observassem todos os Seus mandamentos e estatutos, maldições, pragas e pestilências viriam sobre eles. A intenção do aviso não era infligir-lhes sofrimento, mas impedi-los de fazer coisas más.

Podemos dizer que quando coisas desagradáveis ​​como pragas ou pestes acontecem, Deus está realmente chamando a atenção dos desobedientes e dos malfeitores, para que eles possam se afastar de seus maus caminhos. Mas se eles optarem por menosprezar Sua advertência, certamente sofrerão as consequências de sua desobediência. E uma de suas consequências é a ocorrência de pragas.

Em Deuteronômio 28:22, Deus enumera as maldições e pragas que aconteceriam àqueles que lhe são desobedientes. “O Senhor te ferirá com a tísica e com a febre, com a inflamação, com o calor forte, com a seca, com crestamento e com ferrugem, que te perseguirão até que pereças.”

Deus quer que eles sejam obedientes aos Seus mandamentos, para que as maldições e pragas acima mencionadas não venham sobre eles.

Se vamos olhar ao nosso redor hoje, podemos ver que muitas pessoas se tornaram muito desobedientes a Deus. Eles desconsideram Suas palavras; eles não O temem. Eles são indulgentes, não em assuntos espirituais, mas em prazeres mundanos - em materialismo e em todos os tipos de vícios. Seu modo de vida e preocupações são praticamente semelhantes ao das pessoas durante o tempo de Noé e as pessoas em Sodoma e Gomorra.

Durante esses tempos, dificilmente se poderia encontrar pessoas que são obedientes a Deus; eles eram muito raros. Foi por isso que quando Deus lhes enviou destruição, apenas pouquíssimas pessoas foram salvas.

1 Pedro 3:20 diz:

os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava, nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas, isto é, oito almas se salvaram através da água, Durante o tempo de Noé, apenas oito almas foram salvas do dilúvio; em Sodoma e Gomorra, apenas três foram salvas do fogo - Ló e suas duas filhas.

Mesmo durante o tempo de Elias, apenas uma viúva foi salva de uma grande fome.

Lucas 4:25-27 diz:

25 Em verdade vos digo que muitas viúvas havia em Israel nos dias de Elias, quando céu se fechou por três anos e seis meses, de sorte que houve grande fome por toda a terra;
26 e a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva em Serepta de Sidom.

Como a fome, a lepra também é uma espécie de praga. Durante o tempo do profeta Eliseu, muitas pessoas em Israel sofreram de hanseníase (lepra). Mas entre os muitos leprosos, apenas Naamã foi purificado, enquanto todos os outros morreram da doença.

27 Também muitos leprosos havia em Israel no tempo do profeta Elizeu, mas nenhum deles foi purificado senão Naamã, o sírio.

Hoje, o mundo inteiro é cercado por outra praga, uma pandemia causada por um novo coronavírus chamado Covid-19. A cada dia, o número de positivos do Covid-19 em todo o mundo continua crescendo, e o que assusta muitas pessoas é que a vacina que poderia combater esse vírus ainda está para ser formulada.

Em nossos artigos anteriores, foi discutido que existem duas razões possíveis por trás da ocorrência de pragas. Primeiro, eles podem ser enviadas por Deus por causa da rebeldia e desobediência do homem para com Ele; ou segundo, podem ser causadas ​​pelo cavaleiro montado no cavalo amarelo (Apocalipse 6:8).

Em uma revelação dada a João, há dois mil anos, ele viu um cavaleiro montado em um cavalo amarelo, encarregado de matar com uma espada, com fome e com os animais da terra. O caos que ele criará é de grande magnitude, pois lhe foi dado o poder de matar um quarto da terra.

Se essa pandemia de Covid-19 é causada pelo cavaleiro montado no cavalo pálido, Satanás está definitivamente por trás dela, pois Satanás quer a destruição de todos os homens. No entanto, se isso é resultado da maldade e desobediência do homem para com Deus, sempre podemos nos arrepender, orar a Deus e invocar Seu perdão e misericórdia.

Na verdade, se essa praga for causada pelo cavaleiro montado no cavalo amarelo, mais ainda pediremos a intervenção de Deus, porque Ele tem o poder de controlar o vírus mais mortífero e a mais devastadora das pragas. Oramos também para que essa ainda não seja a pior das pragas profetizadas na Bíblia.

Mas quem quer que tenha causado essa praga, estou certo de que isso não fará todos os homens perecerem e isso ainda não marcará o fim desta terra. É porque a Bíblia ainda fala de um reinado de 1000 anos do Senhor Jesus Cristo na Terra, e o início do reinado de 1000 anos começará quando Ele voltar.

Eu vejo o reino de 1000 anos de Cristo na Terra como um período de carência para as pessoas se arrependerem, terem fé e aceitarem os ensinamentos de Deus e do Senhor Jesus Cristo. E há uma grande possibilidade de que isso aconteça porque, enquanto o Senhor Jesus Cristo estiver reinando, Satanás será encarcerado para impedi-lo de enganar mais pessoas.

Apocalipse 20:3 diz:

Lançou-o no abismo, o qual fechou e selou sobre ele, para que não enganasse mais as nações até que os mil anos se completassem. Depois disto é necessário que ele seja solto por um pouco de tempo.

Quando o Senhor Jesus Cristo voltar, Ele ressuscitará Seus santos servos, e eles reinarão com Ele por 1000 anos. Isso é chamado de primeira ressurreição.

Apocalipse 20:5 diz:

Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição.

Na primeira ressurreição, nem todos os mortos serão ressuscitados, mas apenas aqueles que morreram em Cristo. Somente depois dos mil anos, o resto dos mortos será ressuscitado. Aqueles que farão parte da primeira ressurreição são considerados abençoados e santos, porque a segunda morte não tem mais poder sobre eles.

Apocalipse 20:6 diz:

Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos.

O Covid-19 ainda não é a praga trazida pelo cavaleiro montado no cavalo amarelo que matará uma quarta parte da humanidade. O Senhor Deus ainda permitirá que a humanidade seja governada por Cristo e Seus santos servos por mil anos.

A boa notícia é que no reino de 1.000 anos de Cristo, não haverá mais pragas; as crianças viverão sua vida ao máximo porque nenhuma criança morrerá sem atingir cem anos de idade.

Como está escrito em Isaías 65:20,

Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não tenha cumprido os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; mas o pecador de cem anos será amaldiçoado.

Mas um pecador, por outro lado, que atingir cem anos será amaldiçoado.

Os que serão incluídos na primeira ressurreição serão feitos reis e sacerdotes para Deus.

Apocalipse 1:3-6 diz:

3 Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurado o que ouve as palavras desta profecia e guarda as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.
4 João às sete igrejas que estão na Ásia: Graça a vós e paz do que é, que era e que há de vir; dos sete Espíritos que estão diante do trono;
5 e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados,
6 e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém.

E eles reinarão com Cristo na terra por mil anos.

Apocalipse 20:4 diz:

Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.

Permitam-me reiterar que, quando Cristo voltar, a terra ainda não será destruída; continuará existindo até os 1000 anos terminarem. A volta do Senhor Jesus Cristo não marca o fim do mundo - o que marca é a primeira ressurreição, ou a ressurreição dos servos fiéis de Cristo que serão feitos reis e sacerdotes. E eles reinarão aqui na terra.

Apocalipse 5:8-10 diz:

8 Quando ele pegou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos se prostraram diante do Cordeiro, tendo cada um deles harpas e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos.
9 E eles cantaram um cântico novo, dizendo: Tu és digno de pegar o livro e abrir os seus selos; porque tu foste morto e nos compraste para Deus com teu sangue de toda raça, língua, povo e nação;
10 Nos fizeste para nosso Deus reis e sacerdotes; assim reinaremos sobre a terra.

Isso é contrário à crença da INC de Manalo de que o reinado de Cristo não ocorrerá aqui na terra, mas nas nuvens, porque eles acreditam que quando Cristo voltar, essa terra já estará destruída. Em seu programa de televisão, o ministro deles teve a coragem de contestar sarcasticamente minha afirmação de que Cristo reinará aqui na terra quando Ele voltar.



A INC de Manalo acredita que este mundo inteiro será queimado com o retorno do Senhor Jesus Cristo. Isso não é verdade! Se isso for verdade, sobre quem Cristo e Seus santos reinarão durante o período de 1000 anos? E o que acontecerá com aqueles que não forem incluídos na primeira ressurreição? Obviamente, eles não sabem nada sobre o reino de 1000 anos de Cristo na Terra, que começará quando Ele voltar.

É claramente afirmado na Bíblia que, quando o Senhor Jesus Cristo voltar, Ele ressuscitará aqueles que morreram cumprindo a vontade de Deus, e eles reinarão com Ele na terra por 1000 anos.

No período de 1000 anos, Cristo e Seus santos reinarão sobre as pessoas que ainda estarão vivas na Terra durante esse tempo. São pessoas que ainda não ouviram falar dos ensinamentos de Cristo, pessoas que ainda não crêem em Deus e no Senhor Jesus Cristo - e existem muitos deles. O que estou tentando ressaltar é que a vida na Terra continua durante todo o período de 1000 anos de Cristo.

Se você acreditar na afirmação da INC de Manalo de que quando Cristo retornar este mundo já estará queimado, isso significaria que aqueles que não forem incluídos na primeira ressurreição não serão mais ressuscitados; todos seriam queimados. E Cristo e Seus santos estarão flutuando nas nuvens enquanto reinam por mil anos. Isso é ridículo!

Mas não posso culpar completamente os ministros da INC de Manalo por pensarem dessa maneira porque estavam apenas verbalizando os ensinamentos que receberam do fundador de sua igreja, Felix Manalo.


“Sa dalawang sunod na lathala tungkol sa paksang ito ay maliwanag na ating natiyak, sa pamamagitan ng mga hula sa Banal na Kasulatan, na si Kapatid na Felix Manalo, ay huling sugo ng Diyos sa wakas ng lupa. Kaya huling sugo, gaya nang ating napag-aralan, ay sapagka't pagkatapos ng gawaing kanyang isinasagawa, samakatuwid baga'y ng pangangaral ng mga dalisay na salita ng Diyos, ay wala nang iba pang sugong darating kundi ang kakila-kilabot ng paghuhukom o ang katapusan ng pag-iral ng sanlibutang ito.”

Tradução em português: “Nas próximas duas publicações sobre esse tópico, asseguramos claramente, através das profecias das Sagradas Escrituras, que o irmão Felix Manalo é o último mensageiro de Deus na Terra. Ele é o último mensageiro porque, como estudamos, depois de fazer as obras que ele fez, que é a pregação das palavras puras de Deus, não haverá outro mensageiro que venha, mas sim o terrível julgamento ou o fim deste mundo."

Eles acreditam que Felix Manalo é o último mensageiro e que não haveria outro mensageiro depois dele. E de acordo com a publicação oficial, uma vez concluída a pregação, também chegará o fim deste mundo ou o dia do julgamento. Esse é um ensinamento muito errado e não tem nenhuma base bíblica.

Repito, de acordo com a Bíblia, Cristo reinará na terra por mil anos, o que começará quando Ele voltar. Ele reinará sobre bilhões de pessoas que não forem incluídas no que muitos chamam de "arrebatamento".

Esse período de mil anos será feliz porque, como mencionado anteriormente, não há Satanás que interfira e engane a humanidade, pois ele será preso; a humanidade desfrutará de uma vida livre de pragas; o homem viverá até os cem anos; e todos os governos corruptos do mundo serão destruídos.

E, acima de tudo, que os 1000 anos darão a mais pessoas a chance de salvação, pois isso também serve como uma chance para os incrédulos conhecerem a Cristo e terem fé Nele através do Evangelho, que também será pregado em todos os lugares - mesmo em lugares onde a Bíblia e a pregação do cristianismo é proibida hoje, como na Índia, no Oriente Médio e em alguns outros países onde falsos deuses estão sendo adorados.

E após o período de carência de 1000 anos, todas as pessoas mortas que não forem incluídas na primeira ressurreição serão ressuscitadas para encarar julgamento. Depois disso, o diabo e todos os inimigos de Deus serão lançados no lago de fogo e enxofre. E é somente depois de tudo isso que esta terra será destruída.

Como está escrito em Apocalipse 20:10-12,

10 e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.
11 E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles.
12 E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu- se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.

A razão pela qual estou explicando pacientemente e meticulosamente todas essas coisas é porque quero dar esperança às pessoas; quero fazer as pessoas perceberem que as pragas que a humanidade experimenta não aniquilariam totalmente a humanidade. Nem todos os homens ainda morrerão porque o Senhor Jesus Cristo ainda retornará e Ele reinará na Terra por 1000 anos.

Estou explicando tudo isso especialmente por aqueles que ainda não acreditam em Cristo. Ao compartilhar com eles os ensinamentos do Senhor Jesus Cristo, nós, como cristãos, podemos estender nosso amor a eles, com a esperança de que um dia eles também desenvolvam fé nEle.

Temos que ser instrumentos para apresentar Cristo e a fé cristã a eles. Ou se eles tiverem a chance de viver por muito mais tempo, se ainda estiverem vivos quando o Senhor Jesus Cristo voltar e estiver entre as pessoas sobre quem Cristo e Seus santos reinarão nos próximos 1000 anos, esperamos que, com Cristo reinando, eles vão crer e aceitar Seus ensinamentos e vão estar entre os que merecerão a salvação.

Enquanto a batalha mundial contra o Covid-19 continuar, devemos sempre ter cuidado extra; devemos sempre orar pela proteção de Deus, porque não podemos fazer nada se Deus não nos proteger. Mas também temos que fazer nossa parte para nos proteger porque, ao fazê-lo, também estamos protegendo nossos entes queridos.

Mas, mesmo que essa crise global de saúde persista por muito mais tempo, mantenhamos vivo o sentimento de esperança em nossos corações. Há esperança para nós que tememos e amamos a Deus. E não importa o que aconteça, vamos nos apegar ao que o Senhor disse - "Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito."

Em espanhol, “Y sabemos que todas las cosas cooperan juntas para el bien de los que aman a Dios, los que son llamados segun su proposito.”

Em inglês, “All things work together for the good of them that love God, to them who are called according to His purpose.”

O que quer que esteja acontecendo no mundo hoje, faz parte de nossa fé acreditar que isso é para o bem daqueles que temem e amam a Deus. AMÉM.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

Colocando uma Luz sobre o Conceito Errado sobre o Retorno de Cristo e o Dia do Juízo


Se há algo que quase todas as religiões hoje têm em comum, é a crença de que, quando o Senhor Jesus Cristo voltar, será sua segunda vinda, e esse dia já será o dia do juízo. Sinto muito, mas discordo totalmente disso!

Primeiro de tudo, não existe uma frase como "segunda vinda" na Bíblia. A crença na "segunda vinda" foi resultado da tradução imprudente e errônea da Bíblia por Lamsa. Na verdade, das inúmeras traduções da Bíblia disponíveis hoje, apenas Lamsa usou o termo "segunda vinda" - todas as outras traduções não. Infelizmente, Lamsa foi capaz de influenciar e enganar muitas religiões, é por isso que muitas pessoas hoje pensam que o futuro retorno de Cristo na Terra será sua segunda vinda.

Embora seja verdade que o Senhor Jesus Cristo voltará mais uma vez, essa não será a sua segunda vinda - e nem será o dia do juízo. Cristo voltará. E quando Ele voltar, ressuscitará, não todos os mortos, mas apenas aqueles que são Dele - aqueles que morreram cumprindo Seus ensinamentos. Isso é chamado de primeira ressurreição; no entanto, ainda não é o dia do julgamento final, porque ainda resta um reinado de mil anos de Cristo na Terra.

A APOCALIPSE 20:6 diz:

Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos.

A primeira ressurreição dos mortos acontecerá quando Cristo voltar. Aqueles que farão parte da primeira ressurreição serão feitos sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com Ele na terra por mil anos.

1 Coríntios 15:24-25 diz:

24 Então virá o fim quando ele entregar o reino a Deus o Pai, quando houver destruído todo domínio, e toda autoridade e todo poder.
25 Pois ele deve reinar até que coloque todos os inimigos debaixo de seus pés.

Durante o período de mil anos, Cristo derrubará todo reino, toda autoridade e todo poder; Ele vencerá todos os males.

Após o período de mil anos, chega o julgamento final. Cristo julgará.

Como está escrito em 2 CORÍNTIOS 5:10,

Porque é necessário que todos nós sejamos manifestos diante do tribunal de Cristo, para que cada um receba o que fez por meio do corpo, segundo o que praticou, o bem ou o mal.

Temos que nos preparar para a Sua vinda. Para estar entre aqueles que serão considerados bem-aventurados, é muito importante que, quando o Senhor vier, Ele nos encontre fazendo Sua vontade.

MATEUS 24:46 diz:

Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar assim fazendo.

Antes de o Senhor Jesus Cristo subir ao céu, Ele deixou os apóstolos com uma instrução específica de ensinar a todas as nações os Seus mandamentos.

MATEUS 28:20 diz:

ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.

Cristo quer que observemos todos os Seus mandamentos. Quando Ele nos encontrar cumprindo Seus ensinamentos e mandamentos durante Seu retorno, seremos considerados bem- aventurados porque receberemos uma recompensa que Ele preparou para aqueles que obedeceram a Suas palavras.

Como está escrito em APOCALIPSE 22:12,

Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra.

Sim, Cristo voltará. Mas deixe-me reiterar, não será a sua segunda vinda, porque Ele já veio à Terra mais do que duas vezes. Por exemplo, durante o tempo em que os israelitas estavam no deserto, Ele os seguia e se mostrara a eles na forma de uma rocha.

1 Coríntios 10:3-4 diz:

3 e todos comeram do mesmo alimento espiritual;
4 e beberam todos da mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os acompanhava; e a pedra era Cristo.

O Senhor Jesus Cristo era a rocha que seguia os israelitas, a rocha que lhes dava água para beber enquanto estavam no deserto. Ou seja, antes de se manifestar em carne, ele já havia chegado à terra (na forma de uma rocha).

Outro exemplo de Sua vinda aqui foi quando Maria deu à luz a Ele, quando Ele assumiu a forma humana, para nos redimir de nossos pecados.

E quando Ele voltar, não será apenas a Sua segunda vinda.

Na verdade, além dos exemplos que citei, Cristo já estava descendo à terra e subindo de volta ao céu mesmo antes.

PROVÉRBIOS 30:4 diz:

Quem subiu ao céu e desceu? quem encerrou os ventos nos seus punhos? mas amarrou as águas no seu manto? quem estabeleceu todas as extremidades da terra? qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho? Certamente o sabes!

Como todos sabemos, todas as coisas foram criadas por Deus e Seu Filho. E durante a criação, Cristo estava descendo à terra e subindo ao céu. Portanto, é impertinente dizer que quando Cristo voltar, será apenas Sua segunda vinda.

O Senhor Jesus Cristo voltará. Não há dúvida sobre isso. Mas quanto a ser sua terceira, quarta ou quinta vinda, não sabemos exatamente. Mas uma coisa é certa: essa não será sua segunda vinda, e ainda não será o dia do julgamento final.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]

Viver é Deixar Outros Viverem Seguros


Hoje, o mundo inteiro está totalmente desamparado, pois a pandemia de Covid-19 continua a representar uma ameaça para a humanidade. Embora os especialistas nunca parem de conduzir ensaios clínicos e pesquisas com o objetivo de encontrar o medicamento e a vacina certos para esta doença, parece que a crise global da saúde ainda não está terminando, pelo menos, no futuro próximo.

Como existe um limite para o que os humanos podem fazer, não há dúvida de que o que precisamos agora é a intervenção divina de Deus. Existem coisas que estão além do controle do homem, mas podem ser controladas por Deus; e há coisas que estão além da capacidade humana, mas elas poderiam ser facilmente tratadas pelo Deus Todo-Poderoso.

Em inúmeras ocasiões, Deus provou Seu poder e força para crentes e não crentes. Por exemplo, durante o tempo de Moisés, muitos atos maravilhosos de Deus foram testemunhados pelos egípcios, que eram então incrédulos. Quando o faraó se recusou a libertar os israelitas, Deus enviou enxames de moscas na terra do Egito, que enchiam a casa de todos os egípcios, incluindo a do faraó. O faraó chamou Moisés e pediu que ele suplicasse a Deus para afastar as moscas.

Moisés concordou com a condição de que o faraó libertasse os israelitas imediatamente.

Êxodo 8:31 diz:

E fez o Senhor conforme a palavra de Moisés, e apartou os enxames de moscas de Faraó, dos seus servos, e do seu povo; não ficou uma sequer.

Considerando o quão poderosa era a nação que o Egito era naquela época, ainda não foi capaz de fazer nada para afastar os enxames de moscas. Mas quando Moisés orou a Deus, todas as moscas foram afastadas e nenhuma mosca ficou.

Moscas estão entre as criações de Deus. Como Criador de todas as criaturas vivas, Deus tem controle absoluto sobre todas elas. Assim, Ele afastou não apenas as moscas, mas também os gafanhotos que subiram sobre todas as terras do Egito quando o faraó continuou a quebrar sua promessa de libertar os israelitas.

Êxodo 10:19 diz:

Então o Senhor trouxe um vento ocidental fortíssimo, o qual levantou os gafanhotos e os lançou no Mar Vermelho; não ficou um só gafanhoto em todos os termos do Egito.

Com um simples comando vindo de Deus, um poderoso vento oeste forte soprou e afastou os gafanhotos e os lançou no Mar Vermelho, e nenhum deles foi deixado.

Sem dúvida, pelo poder infinito de Deus, Ele também pode fazer o mesmo com este novo coronavírus que infesta o mundo hoje; Ele também pode afastá-lo e lançá-lo em outro planeta, talvez. E porque não? Todos os vírus são muito pequenos para resistir ao poder de Deus.

Contudo, primeiro mostremos a Deus nosso arrependimento genuíno por nossas transgressões e nossa disposição de aceitar e cumprir Seus ensinamentos. E quando Ele vir a nossa sinceridade, certamente nos concederá misericórdia e nos salvará dessa pestilência.

Pragas e pestilências surgem como conseqüências da pecaminosidade do homem. É por isso que nosso sincero arrependimento pode ser um fator para Deus considerar ao pôr um fim a essa praga. Se pudermos apenas imitar o que o povo de Nínive fez, sem dúvida, também mereceremos a misericórdia de Deus da maneira que eles fizeram.

Quando eles aprenderam com o profeta Jonas que Deus lhes traria destruição, o povo de Nínive não perdeu tempo - se arrependeram de seus erros, jejuaram, se afastaram de seus maus caminhos e oraram fervorosamente a Deus. Quando Deus viu o que o povo de Nínive fez, desde o rei até o mais humilde dos cidadãos, reteve a destruição que deveria acontecer a eles, assim, todo o Nínive foi salvo.

Esta é a razão pela qual estou constantemente apelando para que todos orem incessantemente. Vamos invocar a misericórdia de Deus, pois Ele é o mais poderoso e o mais forte de todos. Somente Ele pode nos salvar dessa pandemia; somente Ele tem o poder de afastar e até erradicar o coronavírus mortal.

Atualmente, o número de mortes ainda é de milhares por dia, e há lugares em que aqueles que morreram de Covid-19 não estão mais recebendo um enterro adequado.

Na verdade, essa não é realmente a primeira vez que isso acontece. Até a Bíblia menciona que existem pessoas mortas que não eram mais enterradas e que seus entes queridos não tiveram a chance de lamentar e ficar de luto por suas mortes.

Jeremias 25:32-33 diz:

32 Assim diz o Senhor dos exércitos: Eis que o mal passa de nação para nação, e grande tempestade se levantará dos confins da terra.

33 E os mortos do Senhor naquele dia se encontrarão desde uma extremidade da terra até a outra; não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados; mas serão como esterco sobre a superfície da terra.

E embora eu conceda todos os meus bens para alimentar os pobres, e embora eu dê meu corpo para ser queimado, e não tenha amor, isso não me serve de nada.

Se, por causa de seu amor pelos semelhantes, você deixa seu corpo ser queimado por não querer infectar os outros, você está fazendo algo muito heróico. É, de fato, um gesto de amor.

Há casos em que as pessoas foram queimadas porque mantiveram sua fé e princípio. Como o que aconteceu com as 300.000 pessoas, principalmente cristãs, que foram queimadas porque se recusaram a abraçar a fé católica.

De fato, antes da morte do papa João Paulo II, ele pediu perdão pela crueldade que a Igreja Católica havia cometido contra essas pessoas. Foi publicado no Foreign Post, de 16 a 20 de março de 2000; Volume 8, n. 370.


“POR FAVOR, PERDOE-NOS. O VATICANO - O papa João Paulo II, abraçando o crucifixo na Basílica de São Pedro em penitência - em uma confissão pública sem precedentes na história da Igreja Católica Romana - pediu perdão neste domingo pelos pecados da igreja nos últimos 2000 anos. O pontífice se referiu especificamente às Cruzadas e às 300.000 pessoas que foram queimadas na estaca na Inquisição.”

Aqueles que eram contra a Igreja Católica, aqueles que não queriam adorar falsos deuses e ídolos eram considerados hereges; assim, eles foram queimados na fogueira através do que chamavam de Santa Inquisição.

Por si só, não há realmente nada de errado com a cremação ou com o corpo queimado, especialmente se você estiver fazendo isso por causa do seu amor pelos outros. Pelo menos, mesmo na morte, você ainda é capaz de fazer algo pelo bem de seus semelhantes porque os ama; e porque você os ama, não deseja infectá-los.

Para enfatizar ainda mais a importância do amor pelos outros, deixe-me citar novamente 1 Coríntios 13:3, que diz:

E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

Se você tiver amor, permitirá que outras pessoas vivam em segurança.

[Aviso legal: Esta tradução em Português é realizada por nossos tradutores com máxima cautela com o melhor de suas habilidades. ControversyExtraordinary.com, contudo, não garante a exatidão de qualquer informação traduzida devido a vários fatores. Quando houver alguma discrepância entre a versão original em Inglês e a versão traduzida em Português, a versão original em Inglês sempre prevalece.]